derramepleural.com

patologia respiratória do tipo restritivo.

Quer receber mais informações sobre o derrame pleural? Subscreva a nossa newsletter.

Componentes do Sistema Respiratório

O sistema respiratório tem como principal função assegurar que as concentrações de oxigénio presente no sangue são constantes, para isso, este sistema vai fazer com que as trocas de gases com o exterior sejam mais facilitadas. A cada inspiração são absorvidos para o interior do organismo vários componentes, que existem no ar exterior, sendo necessário fazer uma espécie de destilação dos diferentes gases pois o organismo não precisa nem pode ter todos os componentes no seu interior, assim o sistema respiratório aproveitará o oxigénio presente em cada inspiração e removerá todo o gás carbónico expulsando-o em cada expiração.

Este sistema é bastante complexo e completo, sendo constituído por dois tipos de vias respiratórias, as superiores e as inferiores. As vias respiratórias inferiores são compostas pelos órgãos existentes dentro da cavidade torácica, é nesta zona que ocorrem as trocas dos gases, portanto neste conjunto de vias temos: parte inferior da traqueia, os brônquios, os bronquíolos, alvéolos, os pulmões, os músculos e a pleura. Enquanto as vias respiratórias superiores irão servir, entre outros processos, para transportar os vários gases até aos pulmões, são assim denominadas de vias aeríferas, é importante salientar que as vias aeríferas é o conjunto das várias vias que compõem as vias respiratórios superiores. Este conjunto é composto pelo nariz externo, cavidade nasal, faringe, laringe e a parte superior da traqueia.

Principais componentes do sistema respiratório:

Nariz

O nariz está situado no centro da face, sendo composto essencialmente pelas fossas nasais, septo nasal, pelos, células ciliadas (estas vão reter muco e poeiras que poderiam prejudicar os pulmões), células produtoras de muco, existindo também células com função olfativa. Em suma, o ar inspirado entra no seu organismo através das narinas, seguindo pelas duas cavidades nasais existentes (esquerda e direita), existem pelos dentro das narinas, sendo que estes irão reter poeiras que não são benéficas para o sistema respiratório, é nesta passagem pela cavidade nasal que o ar é filtrado, aquecido e humedecido. Após o ar passar os pelos, o ar passará pelas coanas, são estas que fazem a ligação entre a cavidade nasal e a faringe.

Faringe

A faringe é como um ponto de ligação entre o sistema digestivo e o respiratório, pois está em contacto com ambos e antes de ir para qualquer outro local, quer os alimentos quer o ar, necessitam de passar por este canal. Este está ligado ao sistema digestivo, mais propriamente à boca através das fauces e ao sistema respiratório através das coanas. Este canal está situado em frente às vertebras cervicais, estando revestido de túnica mucosa e sendo apenas composto por músculos esqueléticos, apesar de ser um canal apenas de ligação com os restantes canais dos diferentes sistemas, este é dividido em três zonas anatômicas: zona superior, nasofaringe; zona média, a orofaringe; zona inferior, a laringofaringe.

Laringe

A laringe está situada na parte superior do pescoço, além de ser o elo de ligação entre a faringe e a traqueia, esta possui outras funções muito importantes para o organismo, é nela que estão localizadas as cordas vocais. Esta possui uma forma triangular e é constituída por nove peças de cartilagens: cartilagem aritenóidea, cuneiforme, corniculada, cartilagem tireóidea, cricóidea e epiglódica, sendo que as primeiras três são pares. A laringe possui três funções principais, auxiliando bastante na organização interna do organismo, assim as principais funções são: produção da voz, uma vez que é neste órgão que estão localizadas as cordas vocais; impedimento da passagem de alimentos para as vias respiratórias, isto acontece devido à estrutura cartilaginosa que possui, chamada epiglote; a última função, mas não a menos importante, este órgão é uma passagem do ar durante os movimentos de inspiração e expiração.

Traqueia

A traqueia é o que liga a laringe aos brônquios principais, tendo um comprimento entre 10 e 12,5 cm de comprimento e cerca de 2,5 cm de diâmetro. Este tubo é composto por vários anéis de cartilagem que suportam as suas paredes, possuindo no seu interior um epitélio composto por células ciliadas e células secretoras. É neste local que, com a ajuda das células ciliadas e secretoras, se vão eliminar os restantes microrganismos e poeiras que foram inalados durante a respiração, evitando assim problemas e infeções nos brônquios ou pulmões.

Pulmões

Os pulmões sãos os principais órgãos do sistema respiratório são neles que a magia acontece. A traqueia está ligada aos pulmões através dos brônquios, sendo que estes se vão ramificando formando bronquíolos que penetram no lóbulo pulmonar, estes por sua vez se vão subdividir dando origem aos bronquíolos terminais, que por sua vez dão origem aos alvéolos pulmonares. Os pulmões possuem uma consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento, sendo que o pulmão direito é ligeiramente maior do que o esquerdo, ambos os pulmões estão revestidos pela pleura.